Meu Primeiro Filme! Não Percam!!!

Como já disse num outro post, a faculdade tem roubado todo o meu tempo e até mesmo toda a minha inspiração para escrever aqui.
Dentre outros trabalhos que tanto me estressaram, o principal foi este apresentado abaixo, o Projeto Integrado de 5 disciplinas que foi desenvolvido durante todo o semestre e está finalmente pronto!

Banner Barril

Barril de AmontilladoNa Itália do séc. XIX, Montresor, um jovem burguês, já não suporta toda a humilhação que sofria por seu “amigo”, o nobre Fortunato, sempre superior e arrogante; esnobe mesmo em seus momentos mais ridículos.

Decidido a acabar de vez com sua desonra, Montresor arma sua vingança e, com frieza e metódica, sob o pretexto de possuir um barril do raríssimo vinho de Montilla, consegue atrair Fortunato para sua vingança.

O Barril de Amontillado (Brasil, 2009) é baseado no conto homônimo de Edgar Allan Poe e foi produzido para as disciplinas de Direção de Arte, Roteirização, Design Sonoro, Edição e Direção de Fotografia do 5º período do curso de Rádio e Televisão da Universidade Metodista de São Paulo.

Com direção de Andrews Nascimento, Fotografia de Willian Melo e Direção de Arte de J. V. V. B. Militani (ou seja, eu, o Snaga), o filme conta com 3 minutos. Porém foi pré-produzido em duas semanas, produzido em 2 meses, gravado em 1 único dia e pós-produzido em 2 semanas.

Barril de Amontillado2Minha opinião? Modéstia à parte, a Direção de Arte é o carro chefe do filme. Ele é bonito, e só! Não digo isso por ter sido eu o Diretor de Arte, mas porque é a verdade. O roteiro possui grandes falhas (mesmo com o bom argumento que possuía originalmente), em parte pela má adaptação, em parte devido aos cortes obrigatórios para encaixarmos toda a história dentro dos 3 minutos exigidos pelo projeto acadêmico.

A Fotografia também, devo lembrar, é um espetáculo à parte. E a edição final, feita por Cristiano Siles salvou boa parte do filme, que contava com erros crassos. O resultado, deste modo, é um bonito filme, porém de difícil ou nenhum entendimento!

Portanto não percam: O Barril de Amontillado, com Diego Chimenes e Dionísio Pavan! Em julho, aqui no Covil, ou no YouTube mais próximo de você!!!

Para quem se interessar, o conto original pode se lido na sessão de contos aqui do Covil. Basta clicar aqui.

Abaixo, algumas fotos do dia de filmagens:

DSC_0088  DSC_0031  DSC_0067

  DSC_0057 

DSC_0041  DSC_0017  DSC_0160 

DSC_0068  DSC_0026  DSC_0132

DSC_0134  DSC_0172 

Anúncios

6 respostas em “Meu Primeiro Filme! Não Percam!!!

  1. Olá pessoal, fiz um tour nesse blog e achei fantástico.
    Quero parabenizar toda equipe de produção do filme “O Barril de Amontillado”, bem como todo elenco pelas imagens e conteúdo aqui divulgado. Meus sinceros votos são de muito sucesso nessa carreira tão competitiva, porém, não utópica para quem deseja e produz algo de qualidade.
    Sigam em frente, Hott.

    Curtir

  2. Um Ótimo Trabalho.
    Tivemos inumeros problemas, mas com muito esforço e garra conseguimos finalizar o Trabalho mais dificil realizado pelo grupo até hoje.
    Como Editor tenho que confessar foi um trabalho muito dificil finalizar, pois tivemos muito problemas na Captação das Imagens, o que me fez também cortar muito material, que talvez fosse de grande importancia para o entendimento da Historia. Mas como o Snaga já comentou o trabalho ficou muito bom mesmo.
    É com pessoas como vc Snaga que quero continuar a Trabalhar…

    Curtir

  3. Meu sonho é fazer um filme. Ainda vou comprar uma câmera filmadora e fazer uma pós em cinema.
    Problema é não deixar com aquela cara de vídeo cassetada, mas pra isso vou precisar de um diretor de arte como você, Snaga
    hauahuaha

    p.s: eu gosto do Roberto Marinho e quero trabalhar na Rede Globo rs

    Curtir

  4. Oi, Snaga!

    Estou aguardando o filme de vocês!!!

    Poe é tudo de bom… fiquei muito curiosa…

    Adoro mostrar a literatura e o cinema nas minhas aulas… adoro falar sobre os olhares das diferentes artes!

    Com certeza, quando for possível, vou levar o conto e o filme para minhas alunas e meus alunos!!!

    Semana que vem, vamos ler “Pai contra mãe” (Machado) e assistir ao “Quanto vale ou é por quilo?” (Sérgio Bianchi)
    Em geral, saem bons debates…

    Abraços!

    Curtir

  5. Procurei por toda a internet um video sobre este conto do Poe. Apesar de ser pioneiro, merece uma melhor edição e trabalho em cima do roteiro. No conto, Fortunato não se desespera ou chora. Essa é a sua moeda de barganha contra Montresor. Os atores não entenderam a complexidade do conto, mereciam estuda-lo. A arte me parece barata, comprinhas da 5 de março. Seria mais intessante não colocar qualquer acessório, apenas maquiagem caso o problema fosse financeiro. Critico para melhorarem, e não pelo prazer de denegrir.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s