TV é Isso!

A Faculdade tem tomado quase todo o meu tempo.
No pouco que me sobra eu quero apenas descanso.
É devido a isso que ando tão afastado do Covil e há semanas não o atualizo. Para não mantê-lo às moscas,
achei recentemente uma resenha que escrevi no primeiro semestre da facul,
há mais de 2 anos, para a disciplina de Introdução a Tecnologia Digital,
e resolvi publicá-lo, só para motivo de registro.
A resenha não possui título,
portanto desconsiderem o título deste post.

TV

ObjetivaGuilherme Alves Bravo é Radialista e professor das matérias “Introdução a Tecnologia Digital”, “Computação Gráfica”, “Multimídia” e “Pós-produção de Vídeo” do curso de Rádio e Televisão da Faculdade de Comunicação e Mídia da UMESP.

Em seu artigo publicado no segundo Caderno Didático Metodista de RTV, Bravo detalha o funcionamento e a estrutura de um Controle Mestre de uma emissora de TV, salientando, na elaboração e execução de um projeto, a importância de um bom preparo técnico e teórico. Para tal, Bravo divide seu artigo em quatro importantes pontos.

O primeiro ponto é apresentar ao leitor a função de um Controle Mestre, onde se centralizam todos os sinais de áudio e vídeo de uma emissora vindos das mais diversas fontes. Salienta também que cada emissora tem seu modo para trabalhar e é necessário adaptar seu ambiente de trabalho as suas necessidades, tal como o cálculo dos recursos financeiros e os gastos com equipamentos.

A estrutura de um Controle Mestre é o tema da segunda parte. Aqui é lembrado como funcionavam os antigos Controles, apenas com VTs e uma Botoneira, e seu funcionamento arcaico com a troca manual e constante das fitas, o que Bravo chama de “uma verdadeira edição ‘ao vivo’”. Passa-se daí para as atuais e modernas estruturas, munidas de computadores potentes onde a programação da emissora é organizada em uma playlist.

Na terceira e quarta parte, o autor chama a atenção para detalhes como a rede elétrica, que precisa ser estável e suportar a grande quantidade de equipamentos ligados, assim como estabilizadores de voltagem e no-breaks. Fecha-se assim o artigo, atentando para a prudência, pedindo ao leitor que esteja sempre prevenido para o pior dos problemas, lembrando que estar sempre bem informado e ser humilde são os melhores caminhos para o sucesso.

Mesmo sem apresentar citações de outros autores ou profissionais da área, Bravo apresenta um belo texto, objetivo e claro, pois baseia-se em sua própria experiência no ofício, lembrando de trabalhos feitos entre 2004 e 2005. Usando de diagramas, deixa o texto ainda mais compreensível, ótimos para informar a universitários e atuantes, a importância da técnica e da experiência. 

Anúncios

Uma resposta em “TV é Isso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s