Contos do Covil

Os contos ficam em um salão anexo ao Covil, escavado à direita daqueles que entram, logo após a prateleira de artigos.

Ali a fogueira está sempre a crepitar e todos podem entrar para desfrutar dos mais diversos contos da literatura mundial. Suas paredes estão se a afundar cada vez mais pelas raízes dessa montanha e novas prateleiras com mais e mais contos vão aos poucos ser colocadas. O objetivo é que este humilde acervo torne-se uma grande biblioteca de pequenas histórias!

Nossas prateleiras já contam com 30 autores e mais de 300 contos!

Abaixo estão todos os autores já disponíveis. Tenham uma boa leitura, pequenos visitantes!

Snaga

Autores já disponíveis (em ordem alfabética):

Alexandre Dumas, Filho

Alexandre Dumas, Pai

Alphonse Daudet

Aluísio Azevedo

André Mauróis

Anton Tchekhov

Bernardin de Saint-Pierre

Charles Baudelaire

Clarice Lispector

Claude Ferrère

Eça de Queirós

Edgar Allan Poe

Érico Veríssimo

Fénelon

Fiódor Dostoiévski

Franz Kafka

Guy de Maupassant

H. P. Lovecraft

Hans Christian Andersen

Isaac Asimov

Jorge Amado

Leonardo da Vinci

Lima Barreto

Lord Byron

Machado de Assis

Monteiro Lobato

Mark Twain

Oscar Wild

Robert Louis Stevenson

Victor Hugo

Virginia Woolf

Voltaire

Para adentrar nesta nova ala, podes percorrer os corredores do covil e clicar na categoria “Contos do Covil”, como agora fizeste. Mas se preferes saltar pela janela, o que é  muito mais fácil, use o endereço: www.contosdocovil.wordpress.com

16 comentários em “Contos do Covil

  1. Eu odiieei essa merda aki , eu heein , não achei o que estava procurando , fikei mais de 1 hora nesse siite , e não encontrei nada que prestasse ! coiisa de mongol isso daki , HAUHAUAHUAHAU ‘ (66

    • Você odiou meu blog por não achar o que você procurava?
      Isso quer dizer que:
      1) Ou meu blog não tem o que você procura, ou seja, o erro foi seu de vir parar aqui; ou
      2) Você não foi competente o suficiente para achar o que queria.

      Mas obrigado pela visita!

  2. Você odiou meu blog por não achar o que você procurava?Isso quer dizer que:1) Ou meu blog não tem o que você procura, ou seja, o erro foi seu de vir parar aqui; ou2) Você não foi competente o suficiente para achar o que queria.
    +1

  3. Caro Snaga,
    Sorry, repito por que acho que escrevi no lugar errado:
    Havia um conto ” Clarice Dançava” gostei muto e falei com
    amigos. Mas, não encontro. Voce retirou ele do seu Blog?

  4. Sr Snaga,
    sugiro colocar a indicação do blog “Contos do Covil”
    aqui ao lado
    na sua seção (BLOGS RECOMENDADOS)
    Gracias.

  5. Acho o seu blog simplesmente fantástico! Como jornalista e amante de boa literatura, acho-o elegante, criativo, mágico e muito interessante! Parabéns!

    • Olá, Wedja! A intenção do blog é listar e publicar contos. Nada de romances. hehe

      Mas obrigado pelas visitas. É sempre bom que saber que estão fazendo bom uso do meu blog. Divulgar a literatura é sempre um prazer!

  6. Snaga,gostaria de uma análise sua sobre o filme “Taxi Drive” de Scorcesse,de 1976,onde a meu ver relata a solidão e loucura de se viver num mundo só,figuradamente,claro!

    • Faz muito tempo que assisti Taxi Drive, mas não seria má idéia fazer uma análise do filme. Assim que conseguir assistir eu penso no que posso escrever.

      Abraço, Fulgêncio!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s